terça-feira

"Cheiro de grama cortada"


Quando os olhos se fecham, a única coisa que se escuta é o som de sua música favorita. O vento toca o rosto como um beijo que trás um doce perfume! "Sente esse cheiro?" Perfumes, sabores e cores que marcam o que queremos ser ... "É cheiro de grama cortada!" Um cheiro tão gostoso que nos faz querer ficar ali pra sempre, mas sem nos darmos conta o dia se finda, as horas passam e no mundo continua a reinar o império do tempo. Tempo? Dizem que ele "cura" tudo, faz tudo passar, esse tempo que nos faz lembrar que talvez não tenhamos mais tempos de nos encontrar. O tempo que faz passar momentos pra recordar.
E enquanto o vento bate e a música toca, uma imensa vontade de viver de novo aquilo que estamos revivendo dentro de nós... Mas o tempo, esse que "tudo cura" torna impossível! E nos vem uma vontade de ter vivido mais, nos doado mais, ter sido mais! Mais do que fomos. 
Talvez se pudermos pensar que outro tempo virá, que podemos aproveitar de um modo peculiar, nos tornaremos exatamente aquilo que somos, que fomos, quem realmente podemos ser.

- "Sente esse cheiro?"
- "Sim! Cheiro de nostalgia!"

Essas frases aparecem em um filme bobinho (Verdade ou Consequência), quando alguns momentos marcam a vida de duas amigas, e o cheiro da grama cortada fazem-nas lembrar destes. Mas, pensando bem todo mundo tem um "cheiro de grama cortada" único.

4 comentários: